Criança é ferida por linha ‘chilena’ e agentes são hostilizados durante atendimento em Americana

Compartilhe!

Uma menina de oito anos sofreu um corte no rosto causado por uma linha ‘chilena’, proibida por lei, usada para soltar pipa, na tarde desta quinta-feira (10) no bairro Mário Covas, em Americana (SP).

A criança brincava na rua de sua casa no momento do incidente. De acordo com a Guarda Municipal de Americana (GAMA), os agentes realizavam um patrulhamento pelo bairro Mario Covas, momento que foram informados de que uma menina teria se ferido com linha cortante (linha chilena).

Os agentes seguiram até o local e encontraram a mãe com a filha de oito anos no colo, pedindo ajuda. Ela contou aos patrulheiros, que sua filha teria se ferido com a linha e estava sangrando.

Elas foram encaminhadas até o Hospital Municipal Dr. Valdemar Tebaldi, onde a criança passou por procedimentos médicos. Por sorte foi constatado que a lesão foi superficial.

Após o atendimento, os agentes seguiram para a CPJ (Central de Polícia Judiciária) onde apresentaram a ocorrência ao delegado de plantão.

Outra equipe realizou busca no local do acidente e apreendeu alguns carreteis da linha chilena. Durante a apreensão do material, que é proibido por lei, mulheres criticaram a ação da Guarda Municipal.

De acordo com a GAMA, algumas mães agrediram os guardas verbalmente com xingamentos e diziam que a Guarda não deixava seus filhos soltarem pipas em paz.

Compartilhe!