Tiroteio na Catedral de Campinas repercute na imprensa internacional

O tiroteio que deixou ao menos quatro mortos na Catedral Metropolitana de Campinas na tarde desta terça-feira repercute na imprensa internacional. Veículos como a rede de televisão americana CNN e o jornal El País, da Espanha, já noticiam o tiroteio. Além deles sites como La Region, El Mundo e 660 News também publicam informações sobre a tragédia e acompanham detalhes.

O New York Times destaca na matéria que o Brasil lidera o mundo em homicídios anuais totais, mas que os tiroteios em massa são relativamente raros. Ainda ressalta que o suspeito ainda não foi identificado e o motivo não foi esclarecido. O caso também foi noticiado pelo jornal americano The Washington Post.

‘Ninguém pôde fazer nada’, disse padre que celebrava missa na Catedral de Campinas antes de tiroteio

O jornal britânico BBC também repercutiu o assunto. A reportagem publicada em seu portal destaca que, além dos mortos, quatro idosos ficaram feridos. E que, além disso, ainda não há informações sobre o que levou o homem a entrar na igreja e abrir fogo contra as vítimas.

Missa era realizada quando atirador entrou em catedral

O tiroteio no interior da Catedral Metropolitana de Campinas, no interior de São Paulo, ocorreu no início da tarde desta terça-feira — uma missa era realizado no interior da igreja, no momento em que o atirador entrou e abriu fogo contra os fiéis que estavam no local. Ao menos quatro pessoas morreram após serem atingidas por disparos e outras quatro ficaram feridas.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Campinas, depois de atirar, o atirador se matou em frente ao altar da igreja. Antes disso, ele, que ainda não teve a identidade revelada, chegou a ser atingido pela polícia. Ainda conforme informações da corporação, o homem, estava com um pistola e um revólver calibre 38, não portava documentos.

A catedral fica localizada em uma área de grande circulação em Campinas, na região central da cidade. O tiroteio causou correria nas ruas. Quem passava pela região se abrigou em lojas próximas, ainda sem saber o que estava acontecendo.