Home Campinas e RMC Campinas Um dia depois da chacina em Campinas, Bolsonaro praticou tiro ao alvo

Um dia depois da chacina em Campinas, Bolsonaro praticou tiro ao alvo

4 min read
Comentários desativados em Um dia depois da chacina em Campinas, Bolsonaro praticou tiro ao alvo
0
10

247 – Um dia depois que quatro pessoas foram mortas a tiros na catedral de Campinas, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), foi praticar tiro ao alvo, durante visita ao Comando de Operações Táticas da Polícia Federal nesta quarta-feira, 12. Em vídeo publicado no Instagram pelo filho e deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o pai aparece efetuando dois disparos.

Em qualquer país civilizado do planeta onde ocorresse uma chacina como esta, um presidente eleito iria até o local da tragédia, prestar solidariedade às famílias das vítimas.

No programa Boa Noite 247 desta quarta-feira, o colunista Alex Solnik comentou que o caso demonstra novamente o despreparo do presidente eleito em lidar com os problemas do País. “Ele debocha da chacina e afronta a família das vítimas praticando tiro no dia seguinte à tragédia”, disse Solnik. 

Horas depois de Jair Bolsonaro ter praticado tiros em Brasília, veio a óbito a quinta vítima do atirador Euler Fernando Grandolpho. O aposentado Heleno Severo Alves, de 84 anos, estava internado no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, onde passou por cirurgia após ser ferido por disparos nas regiões do tórax e abdômen. As outras vítimas do ataque foram Sidnei Vitor Monteiro, de 39 anos, José Eudes Gonzaga Ferreira, de 68, Cristofer Gonçalves dos Santos, de 38, e Elpídio Alves Coutinho, de 67. A Catedral foi reaberta nesta quarta com uma missa em homenagem às vítimas.

Outras três pessoas feridas durante o ataque foram socorridas para unidades de saúde em Campinas e já tiveram alta. Entre elas estão Maria de Fátima Frazão Ferreira, de 68 anos, levada ao Hospital da Unicamp após ser baleada em uma das pernas; e um homem de 64 anos, que foi atingido por dois tiros de raspão e recebeu atendimento no Hospital Beneficência Portuguesa. Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, ferida nas regiões do tórax e uma das mãos, recebeu alta do Mário Gatti nesta tarde e foi ao velório do filho Sidnei Monteiro, no Cemitério Parque das Flores.

Inscreva-se na TV 247 e assista ao Boa Noite 247:

Eu apoio o 247

Economize em suas compras usando Cupons de Desconto

Load More Related Articles
Load More By redação
Load More In Campinas
Comments are closed.

Check Also

Eu quero rir com você até que nós fiquemos velhinhas

Amizades são uma parte importante da vida, pois algo é dito que os amigos são como a famíl…