Home Entretenimento Curiosidades Grave isso em sua mente: tudo acontece, tudo chega e tudo muda

Grave isso em sua mente: tudo acontece, tudo chega e tudo muda

10 min read
Comentários desativados em Grave isso em sua mente: tudo acontece, tudo chega e tudo muda
0
33

Não importa quanta dor você esteja sentindo, você deve sempre lembrar que tudo o que acontece conosco tem seu tempo e ritmo, e no final tudo acontece, tudo chega e tudo muda.

Não importa quanta dor você esteja sentindo, você deve sempre lembrar que tudo o que acontece conosco tem seu tempo e ritmo, e no final tudo acontece, tudo chega e tudo muda.

Para que isso aconteça, precisamos de paciência, tempo e reflexão, o que não é fácil de alcançar, mas também não é impossível. Então chegará o dia em que recordar o que aconteceu será apenas uma lembrança de um grande aprendizado.

Absolutamente tudo o que acontece conosco tem um começo e um fim, então se algo negativo acontecer, não se desespere, mesmo que isso te perturbe. Tudo passa. E se você estiver em um estágio reconfortante, lembre-se de que você deve aproveitar ao máximo para manter uma boa memória.

Tudo acontece, mas você tem que ter paciência

Quem tem paciência, nada sente falta. Porque seu objetivo é seguir em frente e focar no caminho que te ajuda a devorar experiências, assumir mudanças e não permitir que o presente escape.

Todos ansiamos, em algum momento, que as mãos do relógio corressem mais ou que as páginas do calendário se desdobrassem às pressas. No entanto, com o passar do tempo nos forçamos a refletir sobre a transcendência do que nos acontece e o que queremos fazer acontecer. Nesse sentido, há um provérbio chinês que contém um ensino altamente terapêutico:

“Se uma coisa tem uma solução, por que se preocupar, e se não tem solução, por que se preocupar?”

Sempre haverá algo que permanecerá

A verdade é que, embora tudo aconteça, sempre haverá algo que permanecerá sobre o que aconteceu. Quase sempre o aprendizado das circunstâncias que temos que viver impregna parte do que podemos chamar de essência.

Nossa essência está acumulando as transformações que nos são apresentadas. Também devemos usar isso a nosso favor para manter o equilíbrio entre passado, presente e futuro.

Quando nossas preocupações são excessivas e a tensão que a acompanha é quase insuportável, devemos repetir que tudo acontece e tudo muda. Como podemos fazer isso?

. Em face de eventos ou momentos angustiantes, devemos nos conscientizar desses estímulos internos e eventos externos que geram ansiedade ou angústia. Podemos conseguir isso tentando provocar uma preocupação e analisando como a realizamos.

. O ideal é praticar estratégias de relaxamento com a respiração ou outras atividades que nos ajudem a focar no aqui e agora (por exemplo, pintar cores de estresse).

. Desta forma, vamos minimizar as expectativas e previsões negativas, concentrando a atenção no momento presente. Não podemos nos deixar levar pelas expectativas errôneas de eventos futuros.

Que tipos de problemas é provável que enfrentemos?

Não existe uma solução mágica para todos os problemas, mas podemos implementar estratégias que nos ajudem a resolver nossas preocupações da melhor maneira possível. Vamos ver em primeiro lugar que tipo de preocupações podemos ter.

Preocupações imediatas

Preocupações sobre conflitos com outras pessoas ou sobre reparos que nossa casa precisa. Esses tipos de problemas são muito imediatos e podem ser resolvidos.

Podemos implementar estratégias de resolução de problemas. Para fazer isso, aproximadamente:

. Temos que prestar atenção ao problema, assumindo que os problemas fazem parte da vida diária e que é importante se sentir capaz de enfrentá-los, bem como tentar não responder impulsivamente.

. É importante especificar o que a influencia e quais soluções podemos pensar para enfrentá-la, sejam elas malucas ou não, podemos contemplar tudo em primeira instância. A quantidade de ideias gera qualidade.

. Precisamos tomar decisões em relação às alternativas de solução que nos ocorreram, valorizando prós e contras tanto emocionalmente quanto em termos de tempo e esforço.

. Uma vez tomada a decisão mais sensata, devemos colocá-la em prática. Se não for uma boa solução, repetiremos o processo.

Preocupações não modificáveis

Elas são outro tipo de problemas ou preocupações sobre questões imediatas que não são modificáveis, por exemplo, a doença de um ente querido ou o estado do mundo.

Neste ponto, teremos que implementar estratégias de autocontrole ou reavaliação positiva, por exemplo.

Preocupações irracionais

Um exemplo é o medo de que o fim do mundo venha ou que possamos ficar gravemente doentes de repente e que eles não sejam baseados em uma realidade muito provável. Por isso sugere-se que uma possibilidade de desconstruir e raciocinar os argumentos que desmontam estes pensamentos para que vejamos que são improváveis.

Em todo caso, é importante que tenhamos em mente a ideia de que não há nada permanente e que a própria vida é muito mutável. Devemos defender que transcenda a aprendizagem e não erros ou tristezas.

Não podemos parar de nos afogar, mas continuar nadando para avançar e não perder nenhuma paisagem.

Imagem de capa: Pexels

Traduzido e adaptado por A Soma de Todos os Afetos, do site La Mente es Maravillosa

Fonte: CONTI outra

Load More Related Articles
Load More By redação
Load More In Curiosidades
Comments are closed.

Check Also

Novo desafio das redes sociais inspira pessoas a apanharem lixo por todo o Mundo

Todos os dias as redes sociais são “invadidas” com novos desafios lançados por utilizadore…