Home Notícias Brasil Após demissão, Bolsonaro grava vídeo e faz elogios a Bebianno; assista (Foto: AFP)

Após demissão, Bolsonaro grava vídeo e faz elogios a Bebianno; assista (Foto: AFP)

6 min read
Comentários desativados em Após demissão, Bolsonaro grava vídeo e faz elogios a Bebianno; assista (Foto: AFP)
0
16

O presidente Jair Bolsonaro gravou um vídeo nesta segunda-feira (18), antes do anúncio oficial da exoneração de Gustavo Bebianno (PSL), ministro da Secretaria-Geral da Presidência. O cargo será assumido por Floriano Peixoto.

Nas imagens, o presidente diz reconhecer a “dedicação e comprometimento” de Bebianno durante a coordenação de sua campanha eleitoral. “Reconheço também sua dedicação e esforço durante o período que esteve no governo. Como presidente da República comunico que, na data de hoje, tomei a decisão de exonerar o senhor ministro-chefe da Secretaria-Geral. Desejo ao senhor Gustavo Bebianno meus sinceros votos de sucesso em sua nova jornada”, disse Bolsonaro.

Crise
A demissão de Bebianno foi anunciada pelo porta-voz do governo de Jair Bolsonaro, Otávio Rêgo Barros. 

Bebianno é o protagonista da maior crise nos primeiros meses do novo governo, suspeito de irregularidades em campanhas do PSL e envolvido em rusgas com um dos filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ). Em nota lida pelo porta-voz, Bolsonaro desejou “sucesso na nova caminhada” e agradeceu Bebianno por sua “dedicação à frente da pasta”.

Questionado sobre o motivo da demissão, Rêgo Barros afirmou apenas que a exoneração do agora ex-ministro foi “decisão de foro íntimo do presidente”. O porta-voz também negou que Bolsonaro tenha deixado a exoneração assinada desde a última sexta-feira (15). “O presidente assinou o documento nesta segunda”, disse.

Ainda sobre a demora da demissão em ser oficializada – ela já era dada como certa desde sexta-feira -, Rêgo Barros afirmou que o presidente “demandou o tempo necessário para tomar sua decisão considerando vários atores”.

O próprio ministro também já havia dito que tinha recebido sinalizações de que sua dispensa sairia no Diário Oficial desta segunda, mas isso não aconteceu. Nesta segunda, o vice-presidente Hamilton Mourão disse que a situação seria resolvida ainda hoje.

Bebianno vem sendo acusado de supostas irregularidades nas campanhas eleitorais do PSL ocorridas na época em que ele presidia o partido, que também tem o presidente Bolsonaro como filiado. A crise cresceu quando o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, chamou Bebianno de mentiroso, declaração que foi reforçada pelo próprio presidente.

Leia a íntegra do pronunciamento de Bolsonaro:
“Comunico que, desde a semana passada, diferentes pontos de vista sobre questões relevantes trouxeram a necessidade de uma reavaliação. Avalio que pode ter havido incompreensões e questões mal-entendidas de parte a parte, não sendo adequado pré-julgamento de qualquer natureza.

Tenho que reconhecer a dedicação e comprometimento do senhor Gustavo Bebianno a frente da coordenação da campanha eleitoral em 2018. Seu trabalho foi importante para o nosso êxito. Agradeço ao senhor Gustavo pelo esforço e empenho quando exerceu a direção nacional do PSL e continuo acreditando na sua seriedade e qualidade do seu trabalho. Reconheço também sua dedicação e esforço durante o período que esteve no governo.

Como presidente da República comunico que, na data de hoje, tomei a decisão de exonerar o senhor ministro-chefe da Secretaria-Geral. Desejo ao senhor Gustavo Bebianno meus sinceros votos de sucesso em sua nova jornada”.

Relacionadas

Load More Related Articles
Load More By redação
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Nova arte de Vingadores: Ultimato revela Hulkbuster

Dessa vez o spoiler não foi do Mark Ruffalo. Enquanto a estreia mundial de Vingadores…