Atletas de Hortolândia partem para Jogos Regionais dos Idosos

Atletas de Hortolândia partem para Jogos Regionais dos Idosos

Abertura da competição será na quarta-feira (14/03), com disputas até domingo (18/03), em Limeira

 

Os atletas da Melhor Idade de Hortolândia partiram, na tarde desta terça-feira (13/03), em direção a Limeira, onde disputarão, entre os dias 14 e 18 deste mês, os 22° Jori (Jogos Regionais dos Idosos) da Quarta Região Esportiva. Na bagagem, expectativa, amizade e animação. Na edição 2018, a cidade leva, além da maior delegação já enviada, com 72 integrantes, um índice recorde de participação até agora, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. Os 62 atletas disputarão em 11 das 14 modalidades: buraco, dominó, truco, xadrez, damas, voleibol adaptado, atletismo, tênis de mesa, natação, dança de salão e coreografia.

A delegação partiu de frente do Centro de Convivência da Melhor Idade do Remanso Campineiro, localizada na Rua Euclides Pires de Assis, 200. A comissão técnica é composta por quatro professores de educação física, seis monitores e uma enfermeira e estará a disposição dos competidores para dar auxílio técnico e atendimento médico. Eles ficarão hospedados na Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Dr. José Carvalho Ferreira, no Jd. Ipiranga. 

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o município participa dos Jori desde 2013. Neste ano, em que há 40 cidades participantes, Hortolândia será representada por 62 atletas, dos quais 38 mulheres e 24homens. “O foco principal é melhorar o rendimento em relação ao ano passado. Nós pretendemos subir 10 posições no ranking. Esse grupo incorporou o espírito dos Jori. A Prefeitura investe no esporte para aumentar a qualidade de vida da Terceira Idade”, observou o secretário adjunto da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, Rogério Mion.

Os Jori são uma iniciativa do governo estadual, por meio do FUSSESP (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo) e de secretarias do Estado de São Paulo, em parceria com as prefeituras municipais. Para participar, o idoso deve ter no mínimo 60 anos de idade e frequentar projetos sociais desenvolvidos ou apoiados pelo Fundo Municipal. Segundo os organizadores, os Jori buscam resgatar a autoestima, incentivar a atividade física e o convívio social.