Consultórios do Hospital Mário Covas contam com ar condicionado

Consultórios do Hospital Mário Covas contam com ar condicionado

Equipamentos estão em instalação nesta semana; objetivo é garantir mais conforto para pacientes e médicos

O Hospital Municipal Governador Mário Covas recebeu, nesta semana, ar condicionado para cinco consultórios de pronto socorro adulto e infantil. Os equipamentos estão em instalação, sendo que até o final de semana, estarão em funcionamento. A medida garante mais conforto para quem procura atendimento médico no local e para os profissionais. Na próxima semana, a sala amarela, onde ficam pacientes em observação, também receberá ar condicionado.

A Prefeitura trabalha com o objetivo de colocar a saúde para funcionar. Ao assumir a Administração Municipal, em janeiro, o governo do prefeito Angelo Perugini encontrou o Hospital Municipal de forma precária: macas, equipamentos e diversas instalações precisavam de manutenção, estoques estavam desabastecidos e o prédio apresentava problemas estruturais, entre outros problemas.

Para cuidar da gestão das unidades de urgência e emergência do município, a Prefeitura contratou a OS (Organização Social) APGP (Associação Paulista de Gestão Pública). Desde então, diversos equipamentos foram adquiridos, com objetivo de agilizar o atendimento médico prestado à comunidade, com mais segurança, qualidade e rapidez. Entre as novidades, estão novas máquinas para o laboratório, que agora realiza uma maior quantidade de análises em menor tempo; e equipamento de videolaparoscopia, que permite a realização de cirurgias por vídeo, menos invasivas e com recuperação mais rápida. A contratação de cerca de 100 novos profissionais também colabora para melhorar o atendimento.

A parte estrutural do hospital também tem recebido atenção. O telhado passou por reforma, as paredes e o teto foram consertadas, assim como portas e janelas. Há aparelhos de ar condicionado na recepção, onde os pacientes agora são chamados por painel eletrônico até os consultórios. Após as consultas, a receita médica é digitada e impressa, e não mais escrita a mão, o que facilita na identificação dos remédios prescritos.

A compra de equipamentos de informática também faz parte dos investimentos para informatização do histórico dos pacientes, medida que deve estar implantada, em breve, no Hospital e nas UPAs-24h (Unidades de Pronto Atendimento). “Queremos que a saúde funcione. Apesar de todos os investimentos e esforços, sabemos que ainda há muito o que melhorar. Trabalhamos de maneira incansável para que os pacientes tenham o melhor cuidado possível, com agilidade, conforto e segurança. O cuidado com a saúde se faz todos os dias”, enfatiza o prefeito Angelo Perugini.