Meta da Educação é integrar pais e comunidade nas atividades escolares

Meta da Educação é integrar pais e comunidade nas atividades escolares

Profissionais da Educação são incentivados a promover, ao longo deste ano letivo, reflexões sobre cidadania com toda comunidade escolar

 

“Precisamos trazer os pais para as escolas. Cada um de nós precisa pensar o que é essencial para nossa família e para nossa escola. Sou professor também e sei o desafio que isto representa. Mas vamos dedicar nossa alma e nosso coração neste propósito, de que os pais estejam presentes não apenas nas reuniões obrigatórias, mas nas diversas atividades promovidas pela equipe de cada escola”. Com esse apelo, o prefeito Angelo Perugini encerrou, na noite desta terça-feira (31/01), a Jornada Pedagógica 2018, evento que dá as boas vindas aos profissionais da Secretaria de Educação para o ano escolar. O tema da Jornada Pedagógica foi “Escola Cidadã – Inclusão, Cidadania e Pertencimento”. A ideia é incentivar professores, gestores, diretores e profissionais de apoio de todas as escolas municipais a promover reflexões cidadãs não só com os alunos, mas, também, com os pais e a comunidade local.

“Iniciamos o ano letivo com sonhos, pois são os sonhos que nos move para fazermos as coisas. Vamos sonhar todos juntos e unir nossos esforços para formar cidadãos íntegros. Este será um ano muito especial”, destacou o prefeito. Cerca de dois mil profissionais participaram das atividades, promovidas entre a segunda (29/01) e a terça-feira. Nos dois dias de programação, os profissionais acompanharam a palestra “Resiliência na Educação”, com a psicóloga e mestre em Psicologia Social, Cenise Monte Vicente, que aborda a questão das adversidades vividas no cotidiano escolar por crianças, jovens e educadores.

“A população precisa ser parceira da Prefeitura no processo de educação das nossas crianças. Cada um deve contribuir com seu melhor para este objetivo. É possível promover cidadania além do ambiente escolar. Queremos fazer com que as pessoas, especialmente os alunos, desenvolvam suas capacidades”, afirma o secretário de Educação, Ciência e tecnologia, Fernando Moraes.

A principal proposta educacional deste ano é a Escola de Tempo Integral, programa implantado em 2017, em nove escolas, e que neste ano será ampliado para mais seis unidades de ensino. O objetivo é formar as crianças por meio de um currículo de atividades correlacionadas com a grade convencional. Além de participar das disciplinas comuns às demais escolas, na Escola de Tempo Integral o aluno se desenvolve de forma diferenciada, trabalhando suas habilidades e talentos, através da participação em estações de vivência: espaços educativos adequados a aprendizagem, que proporcionam desenvolvimento integral físico, intelectual, social, emocional e simbólico.

Volta às aulas

O ano letivo começa nesta semana para os mais de 24 mil alunos matriculados nas 58 unidades escolares da Prefeitura. Nesta quarta-feira (31/01), as aulas iniciaram para cerca de 13 mil alunos do Ensino Fundamental. Também nesta quarta-feira começaram as aulas para os cerca de 600 alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) e os 100 alunos de Educação Especial do CIER (Centro Integrado de Educação e Reabilitação “Romildo Pardini”). Já as aulas da Educação Infantil começam nesta quinta-feira (01/02). Nesta modalidade de ensino estão matriculadas mais de 11 mil crianças.