Home Notícias Brasil ‘Inimigo’: Saiba quem é o diretor da Globo citado por Bolsonaro em áudio vazado (Foto: Foto: Mauro Pimentel/AFP)

‘Inimigo’: Saiba quem é o diretor da Globo citado por Bolsonaro em áudio vazado (Foto: Foto: Mauro Pimentel/AFP)

7 min read
Comentários desativados em ‘Inimigo’: Saiba quem é o diretor da Globo citado por Bolsonaro em áudio vazado (Foto: Foto: Mauro Pimentel/AFP)
0
21

Vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo é o pivô da discussão entre o presidente Jair Bolsonaro e Gustavo Bebianno, que culminou com a queda do então ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. 

O anúncio da queda do ministro foi feito nessa segunda-feira (18), e já nesta terça (19) vazaram os áudios da conversa de WhatsApp em que Bebianno e Bolsonaro discutem por conta de uma reunião marcada com o diretor global.

A confusão começou na terça-feira passada, quando Bolsonaro encaminhou a Bebianno uma mensagem contendo a agenda do ministro. Nela, constava que Bebianno receberia naquele dia, às 16h, Paulo Tonet Camargo. 

Ao receber mensagem de Bolsonaro, Bebianno respondeu de imediato: “Algo contra, capitão?” 

Após mandar algumas mensagens por escrito, Bebianno recebeu um áudio do presidente em que ele declara que a Globo é inimiga do governo e que, ao fazer contatos com a emissora, a Presidência estaria sendo colocada em posição delicada com “outras emissoras”. Ouça e leia abaixo.

“Gustavo, o que eu acho desse cara da Globo dentro do Palácio do Planalto: eu não quero ele aí dentro. Qual a mensagem que vai dar para as outras emissoras? Que nós estamos se aproximando da Globo. Então, não dá para ter esse tipo de relacionamento. Agora, inimigo passivo, sim. Agora, trazer o inimigo pra dentro de casa é outra história. Pô, cê tem que ter essa visão, pelo amor de Deus, cara!”, comenta Bolsonaro no áudio. E complementa.

“Fica complicado a gente ter um relacionamento legal dessa forma porque cê tá trazendo o maior cara que me ferrou – antes, durante, agora e após a campanha – para dentro de casa. Me desculpa. Como presidente da República: cancela, não quero esse cara aí dentro, ponto final. Um abraço aí”, diz o presidente, que posteriormente negaria a conversa entre os dois citadas por Bebianno.

Além de diretor da Globo, Tonet é presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) desde 2016. A entidade representa três mil emissoras privadas de rádio e televisão no país e está em atividade desde 1962.

Segundo a Folha, a presença de Tonet nos bastidores de Brasília, e bem próximo ao presidente, têm sido constante desde janeiro. Neste ano, ele já se reuniu com os generais Augusto Heleno e Santos Cruz e também com Onyx Lorenzoni, um dos ministros mais próximos do atual presidente. O encontro com Bebianno, no entanto, acabou cancelado.

Crítico pela Globo, Bolsonaro se aproximou desde a campanha eleitoral da Record TV, que vem tendo prioridade na cobertura jornalística do presidente e na relação com a família Bolsonaro. SBT e Rede TV também fizeram movimento semelhante nas eleições e têm recebido mais atenção de aliados do presidente.

Foto: Divulgação

Perfil de Tonet
Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais e pós-graduado em Direito Público, Paulo Tonet Camargo começou a vida profissional como advogado em Porto Alegre, em 1982, e, em 1986, ingressou no Ministério Público do Rio Grande de Sul (MP-RS), onde atuou como promotor, procurador de Justiça e subprocurador-geral de Justiça do Estado.

Presidiu a Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul. No Ministério da Justiça, foi presidente do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária e diretor do Departamento Penitenciário Nacional, de 1995 a 1997. Em 1998, ingressou no Grupo RBS, onde foi diretor-geral em Brasília e vice-presidente jurídico e institucional.

Em 2011, desligou-se da RBS para assumir o cargo de vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo. É ainda diretor do Comitê de Relações Governamentais da Associação Nacional de Jornais (ANJ) e membro do Conselho Superior da Abert e do Conar e do Conselho Diretivo da AIR (Associação Internacional de Radiodifusão), entidade da qual já foi vice-presidente e que representa 17 mil emissoras de rádio e televisão nas três Américas.

Relacionadas

Load More Related Articles
Load More By redação
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Em dificuldade financeira, jovem tenta vender tocha olímpica por R$ 3 mil (Foto: Foto: JC Online)

Foto: JC Online Pessoas que circulam por algumas das principais ruas do Centro do Recife (…