Home Notícias Brasil Mulheres acusam médium João de Deus de abuso sexual em Goiás (Foto: Foto: Divulgação)

Mulheres acusam médium João de Deus de abuso sexual em Goiás (Foto: Foto: Divulgação)

6 min read
Comentários desativados em Mulheres acusam médium João de Deus de abuso sexual em Goiás (Foto: Foto: Divulgação)
0
21

O médium João Teixeira de Faria, conhecido no mundo todo como João de Deus, está sendo acusado por mulheres de ter abusado sexualmente delas durante os tratamentos espirituais ocorridos  município de Abadiânia, no interior de Goiás.

Os depoimentos foram divulgados com exclusividade pelo programa Conversa com Bial desta sexta-feira (7) . No total, o apresentador e a repórter Camila Appel ouviram, individualmente, relatos de 10 pessoas com histórias parecidas. No programa, por questão de tempo, foram mostrados quatro depoimentos. 

“Ele dizia: ‘Se você não fizer o que eu estou falando, a sua doença vai voltar'”, disse uma das brasileiras, que não quis se identificar em um dos vídeos. 

A coreógrafa holandesa Zahira Lienike Mous foi a única mulher que aceitou mostrar o rosto.Acostumada a visitar o Brasil desde os 17 anos – por causa de um tio que mora em Minas Gerais -, ela ouviu falar de João de Deus pela primeira vez em 2014.

Zahira afirmou ter presenciado milagres e curas no local, onde foi treinada por João de Deus e atuou como sua assistente em cirurgias físicas. 

Depois de uma semana, retornou para poder realizar três desejos. Um deles era se “curar” de um abuso sexual sofrido no passado. Após ser atendida pela entidade, foi orientada a ter uma consulta particular com João em seu escritório:

“É um cenário bem bizarro. Você, de certa forma, se sente especial, acha que vai receber a cura. Abriu a calça, colocou a minha mão no pênis dele e começou a movimentar a minha mão. “Estava em choque. Enquanto isso, ele continuava falando da minha família e disse que eu deveria sorrir. Depois, ele se limpou, me levou ao escritório, abriu um armário de pedras preciosas e mandou escolher a que eu mais gostasse. Não sei quantos dias depois, ele me puxou de novo para o banheiro. Um padrão parecido, mas ele deu um passo adiante: me penetrou por trás”, afirmou a holandesa. 

A holandesa comentou as críticas que tem recebido por ter ficado em silêncio por tanto tempo e revelou o motivo que a levou a fazer a denúncia tanto tempo depois. 

“Se fosse só eu, eu que engula, porque ele está curando milhares de pessoas, certo? Mas agora eu sei que ele está abusando de centenas de mulheres e meninas. Sei que muitas mulheres foram afetadas e por isso que estou aqui”, afirmou Zahira.

A produção do Conversa com Bial entrou em contato com assessoria de imprensa da Casa de Abadiânia, local onde João de Deus atende, para que João de Deus tivesse a oportunidade de dar sua versão dos fatos. 

De acordo com o site do programa depois da solicitação de entrevista, a assessoria do médium pediu um tempo para dar uma resposta. A exibição do programa foi adiada. Nesta sexta, o programa voltou a tentar contato com a assessoria e a assessoria enviou a seguinte nota oficial:

“Há 44 anos, João de Deus atende milhares de pessoas em Abadiânia, praticando o bem por meio de tratamentos espirituais. Apesar de não ter sido informado dos detalhes da reportagem, ele rechaça veementemente qualquer prática imprópria em seus atendimentos”, afirmou a nota. 

O programa, contudo, exibiu gravações onde explica o teor dos conteúdos das denúncias. 
 

Load More Related Articles
Load More By redação
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Letícia Lima dispensa comparação com namorada de Ana Carolina: ‘Mais sororidade’

Letícia explica término com Ana Carolina Também por meio do seu Instagram, a atriz falou s…