Connect with us
Ciclone em Rio Grande do Sul - Aumenta para 42 o Número de Fatalidades e 46 Pessoas Permanecem Desaparecidas Ciclone em Rio Grande do Sul - Aumenta para 42 o Número de Fatalidades e 46 Pessoas Permanecem Desaparecidas

Notícias

Ciclone em Rio Grande do Sul – Aumenta para 42 o Número de Fatalidades e 46 Pessoas Permanecem Desaparecidas

Artigo

em

Introdução

A passagem devastadora de um ciclone pelo estado do Rio Grande do Sul deixou marcas profundas. A contagem de vítimas continua e os números são aterrorizantes: até o momento, contabilizam-se 42 mortes e 46 desaparecidos. A maioria dos casos foi registrada na região do Vale do Taquari. Este artigo detalha a situação atual no estado, os esforços de resgate e as consequências desse evento climático extremo.

Contexto

O ciclone atingiu o Rio Grande do Sul na semana passada, causando destruição em seu caminho. As tempestades, enchentes e enxurradas resultantes afetaram grandemente a população e a infraestrutura do estado. Até o sábado (9), o número de desaparecidos havia saltado de 15 para 46, enquanto o número de mortos subiu para 42.

PUBLICIDADE

Impacto nas Cidades

A cidade de Muçum lidera a triste lista de fatalidades, registrando 16 casos, seguida por Roca Sales (10), Cruzeiro do Sul (4), Lajeado (3) e Estrela (2) – todas no Vale do Taquari. Além destas, Ibiraiaras (Região Nordeste) também registrou duas mortes, enquanto Encantado, Imigrante, Santa Tereza (Vale do Taquari), Mato Castelhano e Passo Fundo (Região Norte) registraram um óbito cada.

Desaparecidos

Em relação aos desaparecidos, Muçum também lidera com 30 indivíduos ainda não localizados. Somam-se a este número, 8 desaparecidos em Arroio do Meio e 8 em Lajeado.

PUBLICIDADE

Perdas Materiais

Em relação às perdas materiais, quase 3,2 mil pessoas estão desabrigadas e mais de 8,2 mil desalojadas. Cerca de 3,1 mil pessoas foram resgatadas e 224 ficaram feridas. No total, mais de 150 mil indivíduos foram afetados de alguma forma pelos temporais, vendavais, enchentes, enxurradas, cortes de energia e outros incidentes em 88 dos 497 municípios gaúchos.

Esforços de Resgate

As equipes de resgate estão utilizando drones para auxiliar nas buscas aos desaparecidos e aumentar as chances de ainda encontrar sobreviventes. Os modelos utilizados contam com sistema de localização térmica, capaz de identificar variações de calor, além de captar informações de altimetria e altitude. Além dos drones, aeronaves com capacidade de voo noturno estão sendo usadas, assim como cães de busca do Corpo de Bombeiros Militar.

PUBLICIDADE

Balanço da Defesa Civil

Os dados foram divulgados pela Defesa Civil estadual no sábado à tarde. O levantamento oficial, detalhado e atualizado constantemente, está disponível no site estado.rs.gov.br.

Conclusão

O impacto do ciclone no Rio Grande do Sul é devastador e o estado enfrenta um período de luto e luta. As buscas pelos desaparecidos continuam, na esperança de que ainda possam ser encontrados sobreviventes. A solidariedade se faz presente na ajuda às vítimas e na reconstrução das áreas atingidas.

PUBLICIDADE

Compartilhe esta Notícia

Para ajudar a divulgar a situação atual no estado e mobilizar mais pessoas para ajudar, compartilhe esta notícia em suas redes sociais.

Compartilhar no Whatsapp

PUBLICIDADE

Compartilhar no Facebook

Compartilhar no Twitter

PUBLICIDADE

Compartilhar no Linkedin [Compartilhar no Pinterest](https://intranet.pampa.com.br/mediaSocial/?socialMediaUrl=https%3A%2F%2Fwww.osul.com.br%2Frio-grand

PUBLICIDADE

Para informações adicionais, acesse o site

‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.
PUBLICIDADE

Jornalista e editora do NHTV, um espaço onde trago as principais notícias do Brasil e do mundo. Minha paixão pelo jornalismo me motivou a criar este site, com o objetivo de oferecer informações precisas e imparciais sobre uma variedade de tópicos. Acredito no poder do jornalismo para informar, inspirar e capacitar as pessoas a compreenderem melhor nosso mundo em constante mudança. Agradeço por nos acompanhar e estou aqui para fornecer notícias confiáveis e relevantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE