Connect with us
Combate às queimadas - o desafio dos municípios brasileiros Combate às queimadas - o desafio dos municípios brasileiros

Notícias

Combate às queimadas – o desafio dos municípios brasileiros

Artigo

em

Introdução

No Brasil, as queimadas são uma preocupação constante, especialmente nos municípios do interior. Muitas vezes, essas regiões sofrem com a falta de assistência dos órgãos estaduais e federais para combater esses incêndios devastadores.

A situação em Manacapuru e Manaquiri

Na divisa entre os municípios de Manacapuru e Manaquiri, na região metropolitana de Manaus, uma área equivalente a 10 mil campos de futebol foi consumida por um incêndio de grandes proporções. O fogo, que já dura mais de uma semana, ainda não foi controlado, apesar dos esforços das equipes locais.

PUBLICIDADE

> ‘Esta sem controle da situação. Pede socorro pra nós, pede para vir um helicóptero, porque estamos entregues ao fogo’, clama o secretário municipal de Meio Ambiente, Ronaldo de Souza.

Falta de recursos

A dificuldade no envio de equipes estaduais para ajudar no combate aos incêndios é reflexo do corte de gastos no orçamento estadual. Segundo Jane Crespo, presidente do Fórum Permanente das Secretarias Municipais de Meio Ambiente, até agora não houve repasse de recursos do estado para auxiliar nessa luta.

PUBLICIDADE

O cenário em Maues

Em Maues, a situação é similar. A cidade tem sofrido com a fumaça intensa proveniente das queimadas que compõem o Arco do Fogo. Uma das áreas mais atingidas está próxima da BR-230, a Transamazônica, e da reserva indígena Andira Marau.

Medidas de prevenção

Para evitar novos focos de incêndio, Maues adotou um decreto de ‘Fogo Zero’, proibindo qualquer tipo de queimada por 90 dias. Além disso, a secretaria está investindo em conscientização da população, com palestras em escolas e igrejas, e divulgação em rádios.

PUBLICIDADE

Contratação de pessoal

Com a falta de apoio das equipes estaduais, os municípios têm que arcar com a contratação de pessoal para compor as brigadas de incêndio. Em Maues, a secretaria de meio ambiente contratou cinco brigadistas e realocou outros cinco servidores para dar suporte em campo.

Aumento das ocorrências

Em Manaquiri, o número de chamados para controle de queimadas tem aumentado, mas, com recursos limitados, o município tem conseguido agir mais rapidamente apenas na área urbana.

PUBLICIDADE

O problema na divisa com Manacapuru

Um dos maiores problemas está na divisa com Manacapuru, onde as chamas estão em uma área de difícil acesso na zona rural e já se aproximam da comunidade indígena Nova Canaã.

A situação em Careiro Castanho

Em Careiro Castanho, a ajuda do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil não é suficiente para atender a demanda. O secretário da Semma, Ronaldo de Souza, relata que são cerca de 15 a 20 chamadas semanais, somente ontem foram oito ocorrências.

PUBLICIDADE

‘Estamos sem controle do fogo, está em todo o lado dos distritos e da BR-319. Está triste a situação’, disse o secretário.

Conclusão

O combate às queimadas é um desafio para os municípios brasileiros, especialmente os do interior. A falta de recursos e de assistência dos órgãos estaduais e federais torna a situação ainda mais difícil. É necessário que haja um maior envolvimento e comprometimento de todas as esferas governamentais para que esses incêndios sejam efetivamente controlados.

PUBLICIDADE

Para informações adicionais, acesse o site

‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’

.

PUBLICIDADE

Jornalista e editora do NHTV, um espaço onde trago as principais notícias do Brasil e do mundo. Minha paixão pelo jornalismo me motivou a criar este site, com o objetivo de oferecer informações precisas e imparciais sobre uma variedade de tópicos. Acredito no poder do jornalismo para informar, inspirar e capacitar as pessoas a compreenderem melhor nosso mundo em constante mudança. Agradeço por nos acompanhar e estou aqui para fornecer notícias confiáveis e relevantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE