Connect with us
Gestão Fiscal dos Municípios de Mato Grosso - Um Estudo de Caso Gestão Fiscal dos Municípios de Mato Grosso - Um Estudo de Caso

Notícias

Gestão Fiscal dos Municípios de Mato Grosso – Um Estudo de Caso

Artigo

em

Publicado em: 06/11/2023

Introdução

Em um recente relatório intitulado Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), publicado pela renomada Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, foi revelado um panorama interessante sobre a gestão fiscal dos municípios de Mato Grosso. Neste artigo, faremos uma análise aprofundada desses dados, lançando luz sobre os municípios com desempenho fiscal exemplar e aqueles que enfrentam dificuldades.

PUBLICIDADE

Metodologia do Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF)

O IFGF é uma medida anual que avalia a gestão fiscal dos municípios brasileiros. A pontuação dos municípios varia entre 0 e 1, sendo que quanto mais próximo de 1, melhor a gestão fiscal do município. A classificação é dividida entre excelência, boa gestão, dificuldade e crítica.

O índice é composto pelos seguintes indicadores:

PUBLICIDADE

1. Autonomia
2. Gastos com pessoal
3. Liquidez
4. Investimentos

Municípios de Mato Grosso com Gestão Fiscal Excelente

Dentre os municípios de Mato Grosso, nove alcançaram a classificação de ‘excelente’ no IFGF. Esses municípios conseguiram uma pontuação máxima de 1, colocando-os no topo tanto da lista estadual quanto da lista nacional de desempenho de gestão fiscal.

PUBLICIDADE

Municípios de Mato Grosso com Gestão Fiscal Difícil

Por outro lado, dez municípios de Mato Grosso foram classificados como ‘dificuldade’ no IFGF. Esses municípios obtiveram uma pontuação abaixo de 0,6, indicando problemas significativos em sua gestão fiscal.

Entre esses, destacam-se:

PUBLICIDADE

– Cuiabá, a capital do estado, que é a segunda pior capital do Brasil em gestão fiscal, superando apenas Campo Grande (MS).
– Vila Bela da Santíssima Trindade, o município com o pior desempenho do estado, com pontuação de 0,5218. Esta é a pior pontuação da cidade nos últimos nove anos, com seu desempenho mais fraco na categoria ‘gastos com pessoal’.

Conclusão

A gestão fiscal dos municípios é um importante indicador de sua capacidade de gerir efetivamente seus recursos e fornecer serviços de qualidade à população. O Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) proporciona uma visão valiosa sobre a situação fiscal de cada município, permitindo uma comparação justa entre diferentes municípios e ao longo do tempo.

PUBLICIDADE

Apesar de algumas dificuldades, é encorajador ver que vários municípios de Mato Grosso estão demonstrando excelência em sua gestão fiscal. No entanto, é claro que ainda há muito trabalho a ser feito, especialmente nos municípios que estão lutando com dificuldades fiscais.

Com esforço e empenho, esperamos ver melhorias contínuas na gestão fiscal de todos os municípios de Mato Grosso no futuro.

PUBLICIDADE

Vamos ficar de olho!

Para informações adicionais, acesse o site

PUBLICIDADE
‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.

Jornalista e editora do NHTV, um espaço onde trago as principais notícias do Brasil e do mundo. Minha paixão pelo jornalismo me motivou a criar este site, com o objetivo de oferecer informações precisas e imparciais sobre uma variedade de tópicos. Acredito no poder do jornalismo para informar, inspirar e capacitar as pessoas a compreenderem melhor nosso mundo em constante mudança. Agradeço por nos acompanhar e estou aqui para fornecer notícias confiáveis e relevantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE