Connect with us
Investigação Policial em Caso de Montagem de Fotos de Alunas de Escola Privada Investigação Policial em Caso de Montagem de Fotos de Alunas de Escola Privada

Notícias

Investigação Policial em Caso de Montagem de Fotos de Alunas de Escola Privada

Artigo

em

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) lançou uma investigação oficial em resposta a uma denúncia coletiva feita por estudantes de uma escola privada no Recife. As alunas afirmam ser vítimas de montagens de imagens onde aparecem desnudas. Esta investigação está sob a responsabilidade do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA).

A Escola em Questão

A escola envolvida no caso não foi divulgada oficialmente pela polícia. Entretanto, o Diario de Pernambuco apurou que a instituição em questão é o Colégio Marista São Luís, localizado no bairro das Graças, na Zona Norte do Recife.

PUBLICIDADE

As Vítimas

Um grupo de 40 alunas, todas com idades entre 13 e 15 anos, denunciaram ser vítimas da falsificação de fotos associadas a conteúdos pornográficos e de nudez.

Início da Investigação

As investigações foram iniciadas pela Delegacia de Atos Infracionais (Depai), situada no bairro da Boa Vista, na área central do Recife.

PUBLICIDADE

Comunicação da Polícia

A assessoria de imprensa da PCPE declarou que não poderá fornecer informações adicionais para não prejudicar as investigações em andamento.

As Imagens Falsificadas

Segundo fontes não oficiais, as imagens falsas estariam sendo compartilhadas em um grupo do aplicativo de mensagens WhatsApp. As fotos teriam sido alteradas, com os rostos das vítimas superpostos a imagens de outras pessoas nuas.

PUBLICIDADE

Suspeitos

Embora a polícia não tenha confirmado, informações preliminares indicam que quatro alunos da própria instituição poderiam ser os responsáveis pela montagem das imagens. Os pais desses alunos deverão ser convocados a prestar depoimento à polícia.

A Resposta da Escola

A direção do colégio, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que prestou orientação e assistência às famílias das vítimas assim que soube do ocorrido. Além disso, a equipe do colégio acompanhou os familiares para registrar queixa na Delegacia de Apuração de Atos Infracionais – DEPAI e também fez denúncia no Conselho Tutelar.

PUBLICIDADE

Compromisso da Instituição

O colégio expressou seu compromisso em apurar o ocorrido internamente e aplicar as sanções disciplinares previstas no regimento escolar. A instituição também afirmou que irá auxiliar nas investigações policiais. Além disso, a escola destacou que investe em campanhas de esclarecimento sobre o uso de redes sociais e ferramentas de inteligência artificial, além de prevenção ao bullying e ciberbullying, incluindo a presença de especialistas para abordar o tema com a comunidade educativa.

Reunião com Pais de Alunos

A assessoria de imprensa do colégio também informou que houve uma reunião da diretoria com pais de alunos para tratar do assunto. No entanto, detalhes do encontro não foram revelados.

PUBLICIDADE

> Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco, a responsabilidade é do autor da mensagem.

Para informações adicionais, acesse o site

PUBLICIDADE
‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.

Jornalista e editora do NHTV, um espaço onde trago as principais notícias do Brasil e do mundo. Minha paixão pelo jornalismo me motivou a criar este site, com o objetivo de oferecer informações precisas e imparciais sobre uma variedade de tópicos. Acredito no poder do jornalismo para informar, inspirar e capacitar as pessoas a compreenderem melhor nosso mundo em constante mudança. Agradeço por nos acompanhar e estou aqui para fornecer notícias confiáveis e relevantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE