Connect with us
Pesquisa Ambiental em Rondônia - Controle do Pirarucu Pesquisa Ambiental em Rondônia - Controle do Pirarucu

Notícias

Pesquisa Ambiental em Rondônia – Controle do Pirarucu

Artigo

em

Introdução

Na semana passada, a deputada estadual Gislaine Lebrinha realizou uma visita à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam). A visita foi marcada por discussões acerca de um projeto de pesquisa ligado à superpopulação de pirarucu no rio Guaporé.

O Projeto de Pesquisa

O projeto de pesquisa em questão tem como objetivo estudar a invasão do pirarucu no rio Guaporé. Este projeto será financiado com recursos da deputada Gislaine Lebrinha e coordenado pela Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero). O principal objetivo do projeto é coletar dados que possam fundamentar a implementação de ações para o manejo sustentável do pirarucu e possíveis alterações na legislação estadual para o controle da espécie invasora.

PUBLICIDADE

Alterações na Legislação

Paralelamente à pesquisa, a deputada Lebrinha informou que, com a atuação do deputado federal Lebrão, estão em andamento discussões sobre possíveis modificações na legislação federal. Lebrão, que atua como vice-presidente na Comissão de Meio Ambiente, é relator de matérias que abordam políticas de controle de espécies invasoras.

> ‘Uma nova avaliação sobre o tema será submetida a votação em breve, permitindo o avanço das legislações estaduais’, declarou Lebrinha.

PUBLICIDADE

A Importância do Controle do Pirarucu

O Secretário Adjunto da Sedam, Gilmar Oliveira, destacou a importância de controlar a população do pirarucu. Segundo ele, o objetivo é evitar desequilíbrios ambientais na região.

> ‘Qualquer mudança na legislação deverá aguardar os resultados das pesquisas’, afirmou Oliveira.

PUBLICIDADE

Conclusão

A visita da deputada Lebrinha à Sedam demonstra a atenção que o estado de Rondônia está dando à questão ambiental, especialmente no que diz respeito ao controle de espécies invasoras. Com a realização de pesquisas e possíveis alterações na legislação, espera-se que seja possível garantir o manejo sustentável do pirarucu e evitar desequilíbrios ambientais na região.

PUBLICIDADE

Texto e foto: Assessoria parlamentar

Para informações adicionais, acesse o site

PUBLICIDADE
‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.

Jornalista e editora do NHTV, um espaço onde trago as principais notícias do Brasil e do mundo. Minha paixão pelo jornalismo me motivou a criar este site, com o objetivo de oferecer informações precisas e imparciais sobre uma variedade de tópicos. Acredito no poder do jornalismo para informar, inspirar e capacitar as pessoas a compreenderem melhor nosso mundo em constante mudança. Agradeço por nos acompanhar e estou aqui para fornecer notícias confiáveis e relevantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE