Connect with us
Projeto 'Mulheres à Mesa' - Uma Iniciativa de Ressocialização em Viana Projeto 'Mulheres à Mesa' - Uma Iniciativa de Ressocialização em Viana

Notícias

Projeto ‘Mulheres à Mesa’ – Uma Iniciativa de Ressocialização em Viana

Artigo

em

Introdução

Em uma iniciativa notável, estudantes da Rede Estadual de Ensino de Viana, uma cidade situada no coração do Espírito Santo, organizaram um evento que visa promover a ressocialização e conscientização sobre questões de saúde feminina. O projeto, intitulado ‘Mulheres à Mesa’, é um esforço para abrir diálogos sobre temas que possam contribuir para o processo de reintegração das mulheres na sociedade.

A Instituição de Ensino

A ação foi realizada na unidade que atende os privados de liberdade do Complexo Penitenciário da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Nelson Mandela, também localizado em Viana. Esta instituição escolar tem desempenhado um papel crucial na ressocialização e na recuperação de valores, princípios e autoestima de cada uma de suas estudantes.

PUBLICIDADE

O Projeto ‘Mulheres à Mesa’

O projeto ‘Mulheres à Mesa’ foi concebido com o objetivo de discutir temas que possam ajudar no processo de ressocialização, começando pela valorização das estudantes enquanto indivíduos. A iniciativa foi coordenada por duas educadoras excepcionais, a pedagoga escolar Fernanda Sant’Anna Bertulano Rufino e a professora de Língua Portuguesa Gabriela de Oliviera Rezende.

> ‘A escola Nelson Mandela, além de priorizar o processo educacional por meio do ensino e da aprendizagem, também tem desenvolvido um papel fundamental na ressocialização e no resgate de valores, princípios e autoestima de cada uma dessas educandas’, disse Fernanda Sant’Anna Bertulano Rufino.

PUBLICIDADE

Conscientização sobre o Câncer de Mama

O projeto foi desenvolvido em alusão à campanha de conscientização sobre o câncer de mama, trazendo uma abordagem focada nas questões de saúde das mulheres. Esta é uma questão extremamente relevante, pois o câncer de mama é a segunda causa mais comum de morte por câncer em mulheres. Ao trazer esta discussão para a mesa, as estudantes estão trabalhando para que mais mulheres estejam cientes dos riscos e da importância do diagnóstico precoce.

Conclusão

O projeto ‘Mulheres à Mesa’ é uma prova concreta de que a educação vai além do ensino em sala de aula. Através de iniciativas como esta, as estudantes estão não apenas aprendendo, mas também contribuindo para uma mudança social significativa. Com o apoio de suas educadoras e da comunidade escolar, estas mulheres têm a oportunidade de se tornarem agentes de mudança em sua própria comunidade.

PUBLICIDADE

Informações à Imprensa:

PUBLICIDADE

Comunicação da Sedu

Iris Carolina / Geiza Ardiçon / Soraia Camata / Cícero [email protected]/[email protected]

PUBLICIDADE

(27) 3636-7705/ 3636-7706/ 3636-7707

Sugestões de pauta: Enviar para o e-mail [email protected]

PUBLICIDADE

Este artigo foi escrito por Thiago Mozzer.

PUBLICIDADE

Para informações adicionais, acesse o site

‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.

Mulheres à Mesa, ressocialização, Viana, Rede Estadual de Ensino, EEEFM Nelson Mandela, câncer de mama, Pedagogia, Educação, Saúde da mulher,

PUBLICIDADE

Jornalista e editora do NHTV, um espaço onde trago as principais notícias do Brasil e do mundo. Minha paixão pelo jornalismo me motivou a criar este site, com o objetivo de oferecer informações precisas e imparciais sobre uma variedade de tópicos. Acredito no poder do jornalismo para informar, inspirar e capacitar as pessoas a compreenderem melhor nosso mundo em constante mudança. Agradeço por nos acompanhar e estou aqui para fornecer notícias confiáveis e relevantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE