Câmara aprova orçamento 2019 de Campinas; valor é de R$ 5,7 bi

Os vereadores de Campinas (SP) aprovaram na noite desta segunda-feira (10), em segunda votação, o projeto de lei que define o orçamento municipal de 2019. O valor de R$ 5,7 bilhões representa alta de 1,6% no comparativo com o atual exercício e prevê cortes em dez áreas da administração direta, incluindo trabalho e renda.

Por outro lado, estipula aumentos para educação e saúde – considerando-se soma dos montantes da secretaria e Rede Mário Gatti.

  • Educação: R$ 1,041 bilhão
  • Saúde: R$ 1,459 bilhão

O projeto recebeu votos contrários de quatro dos 27 vereadores presentes: Pedro Tourinho (PT), Carlão (PT), Mariana Conti (Psol) e Marcelo Silva (PSD). Das 46 emendas propostas, apenas uma foi aprovada pela Casa, que alterou a dotação orçamentária prevista como Infraestrutura da Câmara.

A maior redução de receitas, de 33%, será em Infraestrutura – total de verbas disponíveis diminuirá de R$ 162 milhões para R$ 109 milhões. Entre as atribuições da pasta está planejar e implementar novas obras na metrópole, incluindo a pavimentação de áreas sem esta condição.

Já o reajuste mais expressivo para o próximo ano será aplicado na Secretaria de Serviços Públicos – passará de R$ 393 milhões para R$ 457 milhões. Antes disso, em meio à crise econômica, a Prefeitura fez cortes seguidos desde 2016 e houve diminuição nas ações de zeladoria de Campinas.