Temer diz estar “profundamente abalado” sobre o massacre em Campinas

 

O presidente da República, Michel Temer (MDB), se pronunciou sobre o massacre ocorrido na Catedral Metropolitana de Campinas, em São Paulo, nesta terça-feira (11/12). No seu perfil pessoal no Twitter, o chefe do Executivo federal apresentou condolências aos familiares das vítimas.

“Rezo para que os feridos tenham rápida recuperação”, disse o presidente, afirmando estar “profundamente abalado” com o crime cometido dentro da Catedral Metropolitana de Campinas, nesta tarde.

Mais cedo, um homem armado que estava na Catedral de Campinas atirou contra fiéis que tinham acabado de assistir a uma missa. Quatro pessoas morreram e quatro ficaram feridas. Após o ataque, o atirador tirou a própria vida.

O suspeito foi identificado como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos. Ele era analista de sistemas e não tinha passagem pela polícia. Autoridades investigam a motivação do crime.