Campinas ganha unidade paulista da Academia de Letras, Artes e Cultura do Brasil

Campinas passa a contar a partir do fim de setembro com uma unidade da Academia de Letras, Artes e Cultura do Brasil, no Jardim Nova América. A unidade conta com 1000 livros para a inauguração.

A entidade, sem fins lucrativos com sede em Belo Horizonte (MG), tem como objetivo promover a Educação, a Cultura e as Artes por meio do desenvolvimento de projetos sociais.

Fundada em 2016, a Academia de Letras, Artes e Cultura do Brasil reúne escritores, artistas de diversos segmentos, educadores e personalidades que se destacaram ao longo da vida em suas áreas.

A ALACB atua principalmente em comunidades carentes, a fim de minimizar os impactos causados pelas diferenças sociais, priorizando crianças e adolescentes. Todo o trabalho tem sido realizado por voluntários.

A cidade paulista é a primeira do país a receber uma seccional da ALACB, que está em processo de expansão. A descentralização é considerada necessária para que haja atendimento às demandas com mais qualidade e foco nas necessidades locais. A previsão é de que até o ano que vem, além de São Paulo, pelo menos mais dois estados passem a contar com unidades regionais.

A regional paulista é presidida pela professora Lílian Fernandes, membro imortal da ALACB e de diversas Academias nacionais. Doutora Honoris Causa em Literatura, Embaixadora de Cultura pela Divine Académie, da França, integrante do Núcleo de Artes e Letras de Lisboa, em Portugal e Embaixadora da Paz pela Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos.

Serviço:

Unidade da Academia de Letras, Artes e Cultura do Brasil
Local: Rua Arthur de Freitas Leitão, 897, no bairro Nova Campinas

Fonte: assessoria de imprensa
Crédito – foto: divulgação