Cinema tira filme de cartaz por ter personagem gay

Um cinema do Alabama (EUA) resolveu cancelar todas as exibições de A Bela e a Fera, após o diretor Bill Condon confirmar que o personagem LeFou, de Josh Gad, é gay.
No facebook, o Henagar Drive-In Theatre publicou: “Para quem não sabe, A Bela e a Fera está ‘estreando’ seu primeiro personagem homossexual. O produtor também afirmou que o final do filme terá uma ‘surpresa’ para os casais do mesmo sexo. Se não podemos levar nossa neta de 11 anos e nosso neto de 8 para ver esse filme, não temos nenhum interesse nesse filme. Se não podemos nos sentar para ver um filme com o Senhor Deus ou Jesus do nosso lado, então não temos nenhum interesse em exibir esse filme. Sei que alguns não vão concordar com essa decisão. Tudo bem. Antes e mais do que tudo, somos Cristãos. Não vamos nos comprometer com o que a Bíblia ensina. Continuaremos exibindo filmes orientados para a família, então você pode se sentir tranquilo em assistir filmes saudáveis sem se preocupar com sexo, nudez, homossexualidade ou linguagem chula.”

O elenco conta com Luke Evans, Emma Watson e Dan Stevens nos papeis principais. A direção é de Bill Condon, da Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1 e Parte 2.
Lançada em 1991, a versão animada de A Bela e a Fera faturou mais de US$ 375 milhões e recebeu uma rara indicação ao Oscar de Melhor Filme.
O longa estreia no dia 16 de março de 2017.